Cientistas desvendam como morcego-vampiro sabe onde morder

08/08/2011 00:24

Molécula especial indica localização de veias da vítima.
Variação em seres humanos ajuda a sentir gosto de pimenta.

Os vampiros dos filmes sabem que o pescoço é o melhor lugar para morder para conseguir o sangue de uma donzela indefesa. Mas como os seus parentes do mundo real, os morcegos-vampiros, fazem essa avaliação era um mistério para os cientistas. Agora, pesquisadores americanos descobriram que uma molécula especial encontrada nos nervos desses animais os ajuda a detectar o melhor lugar para morder suas presas.
Morcego-vampiro estudado pelos pesquisadores  (Foto: Pascual Soriano )
Morcego-vampiro estudado pelos pesquisadores (Foto: Pascual Soriano )

 

Segundo o grupo da Universidade da Califórnia em São Francisco, a molécula se chama TRPV1 e é capaz de detectar variações mínimas de temperatura, como um minidetector infravermelho. Com isso, os animais sabem exatamente onde morder para acertar uma veia e liberar o sangue.

Uma variação da mesma molécula também é encontrada nos seres humanos: ela ajuda, por exemplo, a detectar o sabor de uma pimenta ou a identificar uma superfície que pode render uma queimadura.

A descoberta foi publicada na revista especializada Nature nesta quarta-feira (3).
 

 

 

 

Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2011/08/cientistas-desvendam-como-morcego-vampiro-sabe-onde-morder.html